Programas e Projetos

A Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social tem levado aos brasileiros a prática de atividades esportivas, cidadania, inclusão social e muito mais.

Os núcleos dos Programas e Projetos estão espalhados em todo o Brasil e beneficiam pessoas de todas as idades. Lutas, danças, natação, futebol, basquete, tênis, artesanato, música e muitas outras atividades que transformam vidas e a realidade das comunidades em todo o País esperam por vocês.


Programa Segundo Tempo

Objetivo: viabilizar o acesso às múltiplas vivências esportivas para crianças e adolescentes, como fator de formação da cidadania e desenvolvimento integral, prioritariamente dos que estão em áreas de vulnerabilidade social.

Público: crianças e adolescentes de seis a 17 anos.

Dinâmica: desenvolvimento de núcleos com práticas corporais diversas, por meio da estruturação de Proposta Pedagógica Planejada, que contemplem os fundamentos do esporte educacional.

Projeto Esporte e Cidadania

Objetivo: realizar a integração social de a crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social e/ou adolescentes e jovens em conflito com a lei, em municípios do Rio de Janeiro.

Público: crianças e jovens de seis a 21 anos.

Dinâmica: ampliação do acesso a diversas modalidades esportivas e artes marciais, por meio de núcleos de atividades, inclusive nas unidades de internação do Rio de Janeiro.

Projeto Brincando com Esporte

Objetivo: Oferecer a crianças e adolescentes opções de esporte e lazer durante o período das férias escolares, que preencham o tempo livre desses beneficiados de forma prazerosa e ao mesmo tempo construtiva, por meio do desenvolvimento de atividades lúdicas, esportivas, artísticas, culturais, sociais e turísticas.

Público: Crianças e jovens de 6 a 17 anos.

Dinâmica: A adesão é feita através do edital e os convênios podem  ser feitos com universidades e prefeituras para realização de oficinas e atividades culturais, esportivas e recreativas.

Programa Esporte e Lazer da Cidade

Objetivo: proporcionar a prática de atividades físicas, culturais e de lazer, além de incentivar a formação de lideranças comunitárias, estimulando a pesquisa e a socialização do conhecimento, contribuindo para que o esporte e lazer sejam garantidos como direitos de todos.

Público: Pessoas de todas as idades – crianças, adolescentes, jovens, adultos,

idosos e pessoas com deficiência.

Dinâmica: criação de núcleos objetivando a prática de atividades físicas, culturais e de lazer em todo o país por meio de oficinas e organização de eventos.

Projeto Aldeia Viva

Objetivo: desenvolver práticas corporais indígenas e esportivas nas Comunidades Indígenas, respeitando as particularidades regionais e as tradições das etnias.

Público: povos indígenas e comunidades tradicionais.

Dinâmica: o Projeto prevê a oferta de duas modalidades de múltiplas vivências esportivas condicionadas a participação adicional em duas oficinas de práticas corporais tradicionais indígenas.

Projeto DELAS

Objetivo: contribuir para o fortalecimento do empoderamento feminino por meio da oferta de atividades de lutas e artes marciais e da promoção de ciclo de debates sobre direitos das mulheres.

Público: meninas e mulheres a partir dos 12 anos de idade.

Dinâmica: as práticas corporais de lutas e artes marciais oferecidas deverão estimular a ampliação do autoconhecimento, a ampliação sobre os conceitos de direito de meninas e mulheres e proporcionar momentos de interação entre as beneficiadas, cujo propósito permite a construção de relações de empatia e sororidade.

Programa Vida saudável

Objetivo: desenvolver atividades esportivas, culturais e de lazer para o cidadão idoso, estimulando a convivência social e a formação de lideranças comunitárias.

Público: pessoas a partir de 60 anos.

Dinâmica: implementação e desenvolvimento de núcleos de lazer e esporte recreativo, nas diversas regiões brasileiras, com atividades sistemáticas e assistemáticas, no sentido de garantir o direito ao lazer para pessoas idosas.

Programa Luta pela Cidadania

Objetivo: democratizar o acesso às lutas e artes marciais, seguindo os princípios de diversidade, cooperação, inclusão, participação, coeducação e corresponsabilidade, devendo ser evitado a hipercompetitividade e seletividade.

Público: pessoas de todas as idades a partir de 6 anos.

Dinâmica: em parceria com entidades estaduais, municipais e federais, este Projeto tem como estratégia o estímulo a oferta de lutas e artes marciais, que deverão respeitar as fases de desenvolvimento de cada público específico, conforme faixa etária.

Projeto Virando o Jogo

Objetivo: Oportunizar o acesso da população à prática de artes marciais, cultura, esporte e lazer, sobretudo nas comunidades em áreas de risco do Estado do Rio de Janeiro.

Público: Todas as idades.

Dinâmica: Oferta de atividades sistemáticas de artes marciais, recreativas, culturais e de lazer.

Rede Cedes

Objetivo: Implantar novos grupos de pesquisa e estimular os já existentes a produzir e difundir conhecimentos voltados para a avaliação e o aperfeiçoamento da gestão de políticas públicas de esporte e de lazer.

Público:  Instituições de Ensino Superior, públicas e privadas sem fins lucrativos

Dinâmica: Articula-se com o fomento de eventos científicos e tecnológicos, onde surgem centros de memória e museus, periódicos e outras publicações.